Betsy e seus balões coloridos

Aventuras e histórinhas em São Paulo (e agora em Londres também!!)

Zicada… março 31, 2010

Filed under: Londres,Vida urbana — Priscila Valdes @ 10:16 pm
Tags: , , , , , ,

Eu sei… Eu não deveria estar reclamando. Afinal, estou em Londres (comendo-o-pão-que-o-diabo-amassou ), mas estou em Londres, né?! Ai, mas a verdade é que eu ando meio zicada aqui 😦

Semana passada eu faltei três dias na aula porque tive a pior gripe de toda a minha vida, com direito a febre e falta total de voz. Depois de uma caixa de remédios, duas cartelas de pastilhas, um vidro de xarope, dois litros de chá de alho com limão e leite com mel, eu melhorei.

Então chegou a primavera. Fiquei toda eufórica né, afinal eu AMO a primavera, mas dai veio uma frente fria e, claro, piorei no final da semana por conta do trabalho à noite na rua. Como se tudo isso não bastasse, nessa semana a minha boca encheu de feridas por causa da febre que eu tive. Hoje eu estava me olhando no reflexo do metrô e juro, achei que eu estava parecendo alguém morando num campo de concentração: pálida, perebenta, com olheiras no meio da bochecha, cabelos sujos e uma sobrancelhas para lá de horrorosa…

Bom, as feridas estou tratando com pomada, fiz banho de creme no cabelo hoje, tirei eu mesma as sobrancelhas e amanhã vou pintar as minhas unhas de vermelho…

Bora mandar essa feiúra e baixo-astral pra outro lugar. Affff

 

Tô ficando velha… março 10, 2010

Filed under: Londres,Vida urbana — Priscila Valdes @ 4:00 pm
Tags: , ,

E com preguiça de escrever em inglês :). Por isso, esse aqui vai em português mesmo. Então, gente, logo depois de eu ter escrito esse meu último post super deprê com trilha de Radiohead e tudo,  um amigo meu, na verdade, ele nem era meu amigo, quer dizer… Tá, o Ciro me ligou… Quem me conhece há mais de cinco anos sabe das minhas andanças pelo Rotaract e que eu e o Ciro, assim, a gente nunca foi melhores amigos. Mas como ele está aqui há mais de quatro anos, passei meu tel por e-mail e ele me ligou chamando para ir num Pub (O’Malleys Irish Bar) em Picadilly Circus (centrão de Londres) e eu fui rsrsrs

E foi MUITO legal, foi ele e uma amiga, a gente se divertiu pra caramba, voltei relativamente cedo (a tempo de pegar metrô) e foi tudo lindo.  Enfim, noite perfeita!

No sábado fui a um  club (uma  balada) com os meus amigos espanhóis. Gente, essa foi até hoje, a minha pior experiência em Londres. Eu tive que pagar 20 pounds pra entrar (aqui, até um certo horário a gente não paga nada para entrar na maioria dos lugares), mas até ai tudo bem. Porque quando eu fui comprar uma long neck, eu paguei 6 POUNDSSSSS: a long neck mais cara de TODA A MINHA VIDA.

Mas tudo bem, eu estou em Londres né?! Tudo vale a pena. Como eu adoro escrever em tópicos (preguiça de pensar), lá vai: como ter um sábado horrível em cinco passos:

1 – Pague 6 pounds numa long neck, além de pagar 20 pounds só para entrar, e nem se ATREVA a converter para Reais rsrsr;

2 – Depois de pagar 26 pounds, seja recebida por um staff peculiar – os seguranças empurravam você de uma tal forma, que eu me senti numa final de Campeonato Paulista Corinthians x Palmeiras…

3 – Coloque uma trilha sonora interessantes – tipo  Black Eye Peas “I gonna feeling” a noite toda e uma platéia eufórica cantando alucinadamente. BOM, nem preciso falar nada né?! Rsrsr

4 – Sinta o prazer de se sentir pobre perto de quem é rico (de verdade): sabe aquela casa que tem em Sampa que eles param a balada cada hora que alguém pede champagne?! Então, nessa casa também acontecia isso, e além deles colocarem a música de StarWars cada vez que alguém pedia a garrafa, eles acendiam uma espécie de fogos de artifício que deixava a casa inteira cheirando enxofre queimado. Bom, mas isso não importava para os caras, depois eu descobri que cada garrafa de champagne custava 300 pounds, para reservar uma mesinha reba 700 pounds (e a pergunta que não quer calar – o que diabos eu estava fazendo ali, NÉ?!).

5 – Depois vá descobrir  a vida Londrina – Eu e a minha amiga Cristina decidimos ir embora antes…Decidimos pegar um ônibus (que aqui em Londres funciona e muito bem) para voltar para casa. Só que… A noite dos infernos não tinha acabado…. Pegamos um ônibus relativamente lotado e fomos para a parte de cima. Mas não tinha mais lugar para sentar, então ficamos lá em pé. De repente, o ônibus para e começa a repetir uma mensagem. Bom, eu e minha amiga estávamos tão exaustas com a noite infeliz, cansadas e frustradas.

Tipo, uns 15 minutos depois do ônibus parado (e lotado), alguém grita, em inglês – owwww vocês duas, não podem ficar paradas ai!!!!

Daaaaaiiiii que a gente se tocou que o ônibus (lotado, eu quero frisar bem isso) estava parado por NOSSA CULPA. Ai que vergonha…

Bom, essa foi uma de muitas coisas que eu ainda vou aprender por aqui: não pode ficar em pé na parte de cima do ônibus, NEM nas escadas, ok?!

E se como não bastasse essa noite odiosa, metade do ônibus desceu no mesmo ponto que a gente e…. Entrou no mesmo alojamento que a gente!!!!!!!! Ai que ódio!

Enfim… Foi isso!

Ontem eu sai por ai distribuindo meu CV. Depois eu conto a experiência. =)

 

Our first text in English… março 4, 2010

Filed under: Londres,Vida urbana — Priscila Valdes @ 2:56 pm
Tags: , ,

… We’ve never forgotten 🙂

All the time I am trying to write something in English. The main problem is I need to think so much to tell anything that it gets me tired and lazed.  Anyway, I will tell you some important things that happened with me in those last days:

–          The worst PMS in all my life – seriously, you couldn´t recognized me… One day I was euphoric with my new life, in another, I wanted kill myself.

–          My roommate arrived!! She is from Barcelona and very cool… We are spending a lot of time at night speaking bad about English guys. It is nice have someone familiar in the same room.

–           The conversation class and general English courses have finished. I loved my two teachers (Paul and Simon). They were kind and helpful all the time. Paul helped me with my CV and It was really, really, really great!! And Simon  showed us where Mick (Jagger) and David (Bowie) lived in the past… It was very exciting.

–          The IELTS preparatory have started. The new teacher is a kind of “ listening machine” . He speaks fast and this is really good for me.  He is very polite and I’ve really liked him.

–          In the next weeks I really need to find a place to live and a job. I am very worried about these two points.

The reason I write in topic is because I don’t know how to use CONNECTOR words yet, ok?! But don’t worry, the things will be better 😀 One day I will be able to write about philosophy and history… One day….

Well, I miss everybody…

Agora imagina eu, que falo mais do que o homem da cobra, tendo que pensar exatamente no que vou falar… Esse está sendo um bom exercício para – “Pensar antes de falar qualquer coisa”.

Assim que arrumar um emprego e lugar pra morar, não necessariamente nesta ordem, eu conto mais, prometo!!

 

Londres – Primeira semana fevereiro 21, 2010

Filed under: Diversão,Londres,Vida urbana — Priscila Valdes @ 2:09 pm
Tags: , , , ,

Cheguei.

Antes mesmo de sair de Lisboa, fiquei tão nervosa, que tive dor de barriga e quase perdi o vôo porque estava no toilet…rsrsr Ai ai ai Jacu é f…. Mas deu tudo certo, como eu tenho passaporte italiano, ele só quis saber o porquê de eu ter nascido no Brasil e ter passaporte europeu. Expliquei que era por causa da minha mãe e tudo lindo.

Chegar do Heathrow (aeroporto) até South Kensington (estação de metrô) sozinha , com três malas, foi até que muito tranquilo. Afinal era domingo e o metrô não estava lotado. Em compensação, sair de South Kensington e tentar pegar um táxi foi o CAOS. A minha mala quebrou, enfim… Uma comédia grega.

Estou num alojamento de esquina com a King’s Rd, perto da Sloan Square. Nossa TUDO né?! Mas só vou ficar aqui por um mês, vou precisar procurar algo bem mais barato mês que vem.

A primeira semana aqui foi terrível, como o previsto rsrs Era carnaval no Brasil, não tinha um filha da mãe online para eu poder chorar por estar aqui, sozinha e no frio. Enfim, sai mandando e-mails para todos os amigos dos amigos que moravam aqui 🙂

Nessa, consegui conhecer pessoas bem legais, que foram mega receptíveis e acolhedoras. Sexta à noite eu fui numa festa em Old Street com a Carol, uma jornalista que está aqui há quatro anos e agora está fazendo mestrado em política. A irmã dela trabalha com produção cultural, então, se deixar, tem festa todo dia. Ueeeba! 🙂 Elas foram querídissimas e com certeza quero fazer parte dessa turma.

No sábado fez um dia lindo aqui  e fui encontrar a Naveem, amiga da Ka (CARE). Como semana que vem ela vai para India, dei um jeito de encontrar com ela ontem. Querídissima também. Nós fomos para a feirinha em Portobello, em Notting Hill. Nossa, amei tudo lá. É uma feirinha tipo Benedito Calixto, mas em Londres né?! Rsrsrs Muito estilo e  gente do mundo todo.

As fotinhos estão aqui ó: http://twitpic.com/photos/Pri_Valdes

Depois eu volto para falar mais sobre a escola, o curso e o alojamento 😀

Ah… Fotinho foi Paula R. que mandou, fofa!

 

Viajar para Londres – A escola – Parte 1 dezembro 10, 2009

Filed under: Londres,Vida urbana — Priscila Valdes @ 3:55 pm
Tags: , , , , , ,

Como eu não sou mais uma teenager fiquei meio constrangida de falar – ah, vou estudar inglês e não fazer uma pós ou mestrado em terras estrangeiras. Então, para dar mais firulas aos meus propósitos internacionais decidi finalmente tentar o IELTS. A escolha do foco do curso ajuda a dar uma filtrada nas opções, já que elas são muito vastas mesmo.

Primeiro passo – procurar uma agência. Por que uma agência? Porque ela vai cuidar daquela parte burocrática chatérrimaaaa para você. As que eu entrei em contato foram essas (por partes):

London Connexion – eles administram cursos de 12 meses (acho que tem outras opções) e cuidam de toda a parte burocrática do visto para conseguir também trabalhar (o tal do General Student Visa Tier 4). Essa opção é muito interessante se você pretende ir para fora para estudar, mas principalmente trabalhar e curtir um pouquinho. Vale a pena mesmo se você quer ficar mais do que 24 semanas e não tem passaporte europeu. Os preços são super em conta, mas, na minha opinião, a qualidade das escolas é duvidosa. A agência não fica em São Paulo, mas o atendimento foi bacana, foram rápidos com as respostas e parecem já ter uma boa experiência com isso. Enfim, só não topei mesmo porque não tinha muito a ver com o meu objetivo. Mesmo assim, acho super válido se você tem outros propósitos, diferentes de tirar uma boa pontuação no IELTS. Conheço pessoas que foram para lá utilizando os serviços dessa agência e se deram bem.

Sem Destino – o atendimento foi ágil, eles disponibilizam um blog bem legal (na época estava meio desatualizado, mas não está mais) e a opção de escolas variadas, inclusive com preparatório para o IELTS. Acontece que os orçamentos que eles me enviaram eram de homestay e eu definitivamente não queria essa opção. Os valores do curso não vinham separados, mas eu também não solicitei então acabei ficando meio sem parâmetros para comparar os preços, e acabei deixando a Sem Destino meio de lado, em partes porque a loja ficava bem longe da minha casa e trabalho. Por pura preguiça, eu acabei desconsiderando essa opção. Apesar de trabalhar com internet, o contato teteatete para mim é super importante.

Depois tem mais! 😉

 

Onde, quando, por que? Parte 4 novembro 19, 2009

Filed under: Londres,Vida urbana — Priscila Valdes @ 1:47 pm
Tags: , , , , ,

Londres – Inglaterra

Quando a gente pensa em morar em Londres, logo vem à cabeça uma super metrópole, cheia de oportunidades, pessoas modernas, eventos interessantes e por ai vai. Mas quando você começa a colocar na ponta do lápis, a coisa aperta. Como eu disse antes, a diferença entre o valor dos cursos sempre foi pequena, mas a acomodação… Ui! É de doer mesmo. Não é à toa que Londres é a cidade com o custo de vida mais caro do mundo. A conversão de Reais para Libras dói. Dói mesmo. rsrsrs

Ainda assim, resolvi arriscar. Na verdade, foi um pensamento baseado também em questões racionais (não apenas emocionais hehehe). Os pontos analisados:

1 – Inverno – chegar em uma cidade litorânea no inverno, sem turistas, pode ser um pouco deprimente. Ainda mais para uma pessoa como eu, que moro em pleno centro de São Paulo, cheio de pessoas, trânsito, muvuca, pessoas na rua…

2 – Oportunidades – não que isso seja muito verdadeiro, mas por ser uma cidade maior, acredito que Londres ofereça mais oportunidades de trabalho, aprendizado e relações interpessoais do que as outras. Não subestimando as outras cidades. Além disso, o meu inglês ainda não é tão fluente, então as oportunidades em outras cidades poderiam ficar mais escassas nesse caso.

3 – Pessoas – eu sei que brasileiro a gente encontra em todos os lugares. Mas em Londres, sei lá, imagino que vou ter contato também com uma diversidade gigantesca de pessoas. E isso me empolga.

É claro que eu li muito sobre as cidades, conversei com amigos, com pessoas que já estiverem lá ou que ainda estão ou que pretendem ir. E foi assim, que decidi por Londres. Refiz meus cálculos, refiz a minha opção de curso para assim, pode levar mais recursos para garantir, ao menos, os três meses que passarei estudando lá.

 

Mais adiante eu vou falar da escolha do curso, das escolas e de outras informações bacanas que vi por ai.

 

Onde, quando, por que? Parte 3 novembro 9, 2009

Filed under: Londres,Vida urbana — Priscila Valdes @ 2:14 pm
Tags: , , , , ,

Bournemouth  – Inglaterra

Essa cidade apareceu do nada, quando estava pesquisando os cursos de inglês. É uma cidade litorânea, turística e, pelo o que eu li por ai, com uma qualidade de vida bem bacana.

Foi por um blog que eu conheci melhor o estilo de vida dessa cidade:

http://www.travelblog.org/Bloggers/twans/page-1.html

Vou falar um pouco mais sobre esse blog: quem escreve são dois irmãos gêmeos, muito fofos, que contam todas as aventuras que tiveram desde que chegaram à Inglaterra. Eles escrevem de um jeito coloquial, super fácil e gostoso de ler, e tem informações valiosíssimas como o custo de vida, empregos, casa, entre outros.

Vale a pena dar uma boa lida nesse blog. Por ele, considerei bem a possibilidade de ir para Bournemouth. Fiquei bem encantada. O valor do curso é muito semelhante entre Londres, Malta e Bounemouth, mas avaliando moradia, essa última cidade virou menina dos olhos no meu orçamento. 

Depois eu volto e escrevo sobre Londres e o porquê ter sido a minha decisão final. 😉

Procurando no jornal

 

Onde, quando, por que? Parte 1 novembro 4, 2009

Filed under: Londres,Vida urbana — Priscila Valdes @ 2:15 pm
Tags: , , , , , , ,

Eu estava com muitas dúvidas sobre qual lugar ir. Já sabia que queria aperfeiçoar o inglês, mas não tinha muita idéia de onde.

Como eu tenho passaporte italiano, a Europa me pareceu mais atraente. A princípio, fiquei em dúvidas entre a Irlanda (Dublin), Malta e Inglaterra (Londres e Bournemouth).

Dublin – Irlanda

A Irlanda ainda é um dos roteiros mais procurados pelos brasileiros. Isso porque os valores são mais acessíveis e com visto de estudante você pode trabalhar. Fiquei super tentada. Nessa jornada encontrei um blog muito legal e super conhecido:

http://www.e-dublin.com.br/

Mas olha como esse mundo é uma ervilha. No meu curso de inglês tem uma menina que estudou lá por três meses e ela falou numa aula como quem não quer nada: na Irlanda chove todos os dias. CHOVE TODOS OS DIAS (dor de barriga).

Então, dessa forma, super sutil, eu risquei Dublin dos meus planos…

Gato e água

 

Por que mudar? outubro 29, 2009

Filed under: Londres,Vida urbana — Priscila Valdes @ 2:27 pm
Tags: , , , , , ,

De repente, não mais que de repente, decidi mudar o rumo da minha vida. Ui!

Já andava muito insatisfeita com a vida profissional e um pouquinho com a vida pessoal. Passei o primeiro semestre inteiro me lamentando sobre o meu trabalho que não melhorava e a minha casa que era mais animada do que o meu humor balzaquiano.

Com tudo isso acontecendo e o início do segundo semestre, decidi dar entrada no meu passaporte italiano, investir no estudo de inglês e, finalmente, me matriculei num curso fora, mais precisamente na Inglaterra.

Olha como a vida é, há muitos anos, a Cecília, uma gata linda que correu atrás dos seus sonhos e hoje mora ao lado do seu amor nos States, me deu um mapa de Londres. Ela disse que ele iria me ajudar quando fosse para lá… Quem diria, né?!

Mas a vida toma o rumo que ela quer. O meu contrato de trabalho acaba em dezembro, o contrato do apê também, então reuni a grana e comprei um curso de três meses preparatório para o IELTS…

Agora estou nessas coisas práticas de viagem: não vou precisar de visto, por causa do passaporte italiano, mas o meu nome é só espanhol, então já viu né?! Mãe italiana, pai chileno, eu brasileira, e viva a Globalização!

Se estou com medo?! Frightened…  Mas se você leu o meu primeiro post de 2009 eu já falava que este ano, tudo daria certo, mas de um jeito diferente…

É…Acho que é isso aí!  

Cat_02