Betsy e seus balões coloridos

Aventuras e histórinhas em São Paulo (e agora em Londres também!!)

Só por hoje… Não vou fofocar! agosto 20, 2009

Filed under: Vida urbana — Priscila Valdes @ 9:48 pm

Eu amo o segundo semestre! Fico com mais energia, mais bem humorada e mais disposta a tentar coisas novas. Há um tempo eu escrevi sobre como é chato “Ser reclamão“. Depois que tomei “consciência” desse mau hábito, estou me policiando mais.

Agora a minha meta é não fofocar. É muito feio falar de uma pessoa que não está no momento para se defender. Eu sei que às vezes é quase impossível resistir, mas eu vou tentar!

E com isso em mente, eu vou pegar emprestado umas informações que eu li lá no blog do DeRose (não, não sou adepta à metodologia), mas o que ele disse sobre a fofoca, vale a pena replicar!

 

Lembre-se do axioma no. 1 do Swásthya Yôga: não acredite. Esse é o nosso primeiro dispositivo para neutralizar fofocas.
O dispositivo no 2 é não passar adiante nenhuma observação que mencione o nome de alguém. Se o comentário tiver nome, morre ali.
O dispositivo no 3 é o acordo tácito entre nós de que quando alguém tiver algo a comentar, não mandará recado, mas sim falará diretamente com a pessoa interessada.
O dispositivo no 4 é a confiança e a certeza de que nosso amigo ou companheiro está cumprindo o dispositivo número 3, acima.
O dispositivo no 5 é o exercício usado na antiguidade e que chegou aos nossos tempos com o nome de telefone sem fio, o qual consiste em formar-se um círculo de pessoas e passar uma frase à primeira, para que ela passe adiante e assim sucessivamente até que chegue ao último do círculo. As distorções são tão grandes e absurdas que nos fazem compreender como surgem os falsos rumores. E, ao mesmo tempo, vacinam as pessoas mais inteligentes para que não acreditem no que ouvirem, seja lá de quem vier a notícia, até das pessoas mais críveis.

 

Curti, vamos tentar? 😉

 

Anúncios
 

5 Responses to “Só por hoje… Não vou fofocar!”

  1. Jonatas Lacerda Says:

    Olá!

    Para variar, tenho algumas coisas a dizer:

    1. Como eu já tinha dito, estou lendo e acompanhando seus posts (via RSS, rsrsrss);
    2. Sei que não é preciso dizer, mas você escreve bem pra caramba ein!
    3. Agora sobre o post, Genial!
    4. E para finalizar, como nunca disse antes, parabéns pelo Blog;

    Pois é, falo muito, falo sempre e vou falar para sempre…. huahahahaha…

    Bom final de semana e até segunda, para mais um super dia de trampo!!!! (espero que muito trampo…rs)

    fuiiiiiiii……

  2. Jonatas Lacerda Says:

    Ps.: Gato é o único animal que eu gosto…. heheheheh… Se não fosse tão difícil eu até teria um…rsrsrs!

  3. Micaela Says:

    hm pela primeira vez eu não concordo totalmente com vc, só um pouco. Há um tempinho atrás, antes da faculdade, fiz este mesmo intento e consegui. Nunca criticava ou falava mal de ninguém e quando falavam pra mim eu escutava e repondia com um “é” no máximo, o que encerrava o assunto e deixava claro que eu não ia participar da fofoca. Mas aos poucos eu perdi os critérios, por nunca criticar passei a não avaliar e não perceber atitudes que as pessoas têm e que não me agradam. É aí que fica o alerta: não perca seus critérios. Precisamos sim manter nossos princípios para não permitir que pessoas nos façam mal e isso implica, por vezes avaliá-las. A linha é tênue e muito difícil de achar, mas só assim se evita os radicalismos. Beijinhos

  4. Betsy Says:

    Olhaa, eu vou falar… Essa história de não fofocar é fuego mesmo! Bem do tipo: só por hoje, eu não vou…

  5. […] a linha do Só por hoje… Que tal seduzir o […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s