Betsy e seus balões coloridos

Aventuras e histórinhas em São Paulo (e agora em Londres também!!)

A rua da amargura… janeiro 10, 2008

Gato não tem emprego, mas se tivesse, deveria ser algo pouco relacionado às relações humanas. Não que a gente não goste de um xamego, mas é que às vezes dá um bode danado continuar amiga, linda, elegante, inteligente e feliz. Sim, porque nós, gatas, somos tudo isso.

A Cri cri (minha dona) foi demitida hoje. Ela está meio chata, meio distante e agora está em frente ao computador se inscrevendo em todos os sites de emprego, blogs, comunidades do orkut, e também lendo as previsões para o ano do Rato.

Não sei porque ela se deprime. Desde quando a gente é aquilo o que a gente faz? Agora ela diz que está sem chão. Quando foi que as pessoas – que se dizem animais racionais – ficaram tão dependentes daquilo que fazem e não daquilo que são.

Sei lá, fico um pouco confusa. Ela disse que agora está na rua da amargura…Onde é isso? Será mesmo que ela NUNCA-MAIS vai arrumar outro trabalho? Será que agora vamos nós duas morar embaixo da ponte??? Duvido. Mas pela cara dela, vamos morar é no inferno. Ou no canil. Eu com mais trezentos cães esfomeados. Ui

Eu pergunto para vocês, meus amigos, somos aquilo o que a gente faz? Ou a gente faz aqui que nós somos? Ai…Ficou complexo

Bom… Vou tirar uma soneca. Todo esse papo cabeça me deu uma preguiça…

Conto depois para vocês como era a cor do inferno. Ou melhor, a rua da amargura. Agora, eu vou me embora dormir no sofá verde. Miau!

gatos_pq.jpg

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s